A ditadura da felicidade... isso é ruim?


toca aqui, parceiro!

Andam dizendo por aí o seguinte (não ao meu respeito, mas sobre as redes sociais em geral):

-> felicidade é lei;
-> felicidade só é bom se tem plateia no facebook;
-> esse negócio de postar que tá infeliz é fora de moda e deselegante;
-> tem que mostrar que tá feliz se não a felicidade não vale;
-> quanto mais curtidas der, "mais feliz a felicidade fica".

Não sei o que há de errado nisso, parei para pensar a respeito e cheguei a conclusão: qual é o problema?

Sério, se tu postar que tá triste então és um mala, se tu posta coisas felizes tu és um mala que se acha fodão, se posta frases de efeito é metido a intelectual, se não posta nada é bicho do mato, se só posta figurinhas engraçadas e com bobagens és um retardado... Bora deixar os outros serem felizes do jeito que quiserem!

Aí onde quero chegar é: qual é o problema de estar acima do peso e estar feliz?




Acho que devo ter dito algo contrário a isso alguma vez, mas eu mesma me corrigi: sim, existe gordinha super segura de si, e sim elas são felizes.

Acho coisa mais linda gente segura de si mesma, que se acha linda, se cuida (ou não), indiferente do corpo que tem.

Tem quem se sinta agredido com isso, pois há quem não acredita nessa felicidade, que pessoas assim não deveriam ter o direito de ser feliz.

Acho que a maior dificuldade hoje para eu continuar emagrecendo seja isso: eu estou me achando linda demais do jeito que estou.

"Ah, mas que hipócrita! E essa academia que tu tá fazendo, não é uma tentativa de dar um jeito nessas tuas banhas?" Faço academia porque gosto, o corpo precisa de atividade física, isso é questão de saúde e é a AF que tenho mais gostado de fazer, e lá me sinto tão bem, me sinto cuidada, me sinto mais forte, resistente. Subir e descer escadas tá barbadinha, nem sinto as pernas! Pegar pesos, nada disso hoje me dá dor! Antes, pegar uma caixa pesada e levar de um lado para outro me dava dores nos braços no outro dia, hoje não.

Não ando vendo aquela necessidade de estar magra e tudo mais, eu tenho esse corpo e eu trabalho meu estilo nele. Mas claro, um estilo sincero. Eu gosto disso? Isso me faz bem? Me sinto feliz com isso? Harmoniza com meu estado de espirito hoje? Se sim, tô dentro!




Tenho dado tanto valor a coisas simples, bacanas, bonitas que aquilo que não agrega eu tenho deixado de lado. Talvez isso incomode um pouco os outros, mas eu to de boa aqui, se você aí não está, lamento.

Não sou uma pessoa depressiva nas redes sociais, pois eu realmente não tenho nada me incomodando hoje, eu juro. Raras são as vezes que coloco alguma indignação. Eu não tenho nada que hoje eu olhe e diga "isso me deixa infeliz" ou "isso atrapalha minha felicidade". Gente, eu amo estar "de boa!". E tudo que coloco é um reflexo do que sou/estou.

Parei de ir em busca duma felicidade idiota, ter o melhor, o mais bacana, o mais desejado. Tenho o que me faz bem e o que gosto. Eu tenho a mim mesma, e isso valorizo muito.

Fico feliz de descobrir cedo o segredo da boa felicidade (sim, felicidade de verdade, não a de mentirinha para se achar o fodão pros outros), descobrir isso antes que fosse tarde demais, descobrir o segredo para ser feliz (ou parte do segredo) aos 25 anos não é para qualquer um.

Talvez isso tenha a ver com o veganismo, com essa minha vida livre de crueldade, é uma quebra de correntes, sabe? Estou livre para ser quem quero ser, com minhas idéias, meus valores. E tenho total apoio dos que me amam nessa jornada.

Era isso... Precisava escrever a repeito, me veio uma corrente de inspiração e não pude deixar de pegar carona nela! hehehehe...

Quanto a dieta, acho que pelo post devem ter entendido né? To na boa...

Muitas idéias soltas, mas espero que gostem!

Bjuuuuuus!


O verão será lindo para mim




Terminei a triologia O Tempo e o Vento, do Erico Verissimo. E como sendo um livro de época, fala-se muito sobre masculinidade e a preservação da imagem da mulher como ser puro, que casa virgem e essas baboseiras toda.

Com toda essa polêmica a respeito da tal pornografia de revanche, acabou que uma coisa me puxou a outra e a outra...

Nós, mulheres, sofremos com o julgamento da sociedade no geral, tudo que a gente fizer passa pelo olhar julgador de homens e mulheres que ainda tem aquela mentalidade de que tudo que acontece é culpa da mulher, se ela foi estuprada é culpa dela, se ela é de menor e foi abusada por um homem adulto "foi ela que provocou", se o cara procura mulher fora do casamento foi ela quem não deu conta e que deve ser ruim de cama, se a mulher é um furacão na cama já não serve para casar, pois é puta.

O mundo cobra que a mulher seja linda, magra e que fique se matando atrás do corpo ideal. Todos querem impor um padrão, como se mulheres tivessem código de barras e lote.
 


As próprias mulheres julgam umas às outras, vão pra praia, reparam se aquela é mais magra, se aquela é mais gorda, mais feia, se o biquíni de uma está de acordo com seu corpo... Mesmo que você me diga que não, lá no fundo vez que outra sem querer acaba caindo nessa força de hábito da sociedade, e me incluo nessa (mas estou tentando melhorar).

Muitas falam "temos que estar lindas pro verão", "o verão tá aí, vamos lá, emagreçam, se matem na dieta, se matem na academia"...

E me pergunto: será que vale a pena? Vale a pena fazer tudo isso só porque não quer passar vergonha na praia? Onde está o limite disso tudo?

Não julgo quem se mata nos exercícios, eu amo academia, ora bolas... Faço e me faz muito bem, faço  pelo bem do corpo, pelo bem da mente. E meu corpo tá ficando legal sim, por que não falar isso?




Mas essa busca por um padrão, uma coisa que talvez seja inalcançável não é legal.

Ok, devemos cuidar da saúde, ficar acima do peso é ruim sim.

Mas será que se a gente se aceitar do jeito que é, com nossas limitações e pequenos defeitos, a gente viveria melhor? Acho que sim.

Já falei aqui no blog que não tenho mais pressa de emagrecer. Tenho lá minhas metas pessoais, mas nada demais e nada muito paranóico. Me sinto bem com minhas coxas gigantes e bundão. Uso calças apertadas e deixo o medo de parecer ridícula em casa.

Mesmo que não emagreça uns 3 quilos até as férias, irei feliz pra praia. Já sei até o que vestir: biquíni pinup, óculos de coração e bandana de bolinhas na cabeça... o que vocês acham? Ah sim, e minhas pernas grossas irão comigo, o bundão com celulite também.

Mulheres ou querem se esconder no biquíni ou querem mostrar que passaram no minimo 3 horas na academia todo dia até então. E poucas vão pra praia com o "foda-se" ligado.

Não sei o que esperar dessa minha ida à praia, se irei fica bem à vontade ou não, mas estou empolgada. Irei com a roupa de praia mais divertida que eu achar.

Praia é para se divertir, se sentir bem, tomar sol, banho de mar... Relaxar.
Não quero mais ser escrava dos meus medos, das minhas vergonhas. Pode parecer exagero, mas acho isso quase que desumano.

Relaxem, meninas... Não fiquem nessa nóia de estarem lindas PARA O VERÃO... O verão é que será lindo para vocês!
++++++++++++++++++++++++++++++++
Notícias do fronte de batalha:

Não fui no VP (cólicas astronômicas), maridex carente, saímos pra jantar fora, bebi cerveja, terça me perdi na contagem dos pontos... fico levemente bagunçada minha semana, mas me mantive na casa dos 68kgs, o que acho lindo!
Espero que na próxima semana consiga trazer um resumo bem bacana da semana!

Bjuuuuuuus!



Bolo de chocolate vegano




Essa foi a receita que fiz para o pique nique das meninas lightchês, ficou delicioso e sobrou nenhum pedacinho para contar história!

A receita veio do blog Chubby Vegan, vale muito a pena a visita, viu?

Ingredientes:

 - 1 xícara (chá) de farinha de trigo
 - 1/2 xícara (chá) de farinha integral
 - 1 xícara (chá) de açúcar
 - 1/2 xícara (chá) de cacau em pó (usei o Plein Arôme da Callebaut)
 - 1 colher (chá) de fermento químico em pó
 - 1/4 de xícara (chá) de óleo
 - 2 colheres (sopa) de linhaça + 1/4 xícara (chá) de água
 - 1 xícara (chá) de água quente

Modo de preparo:
 1. Misture a linhaça com 1/4 xícara (chá) de água, reserve.
 2. Pré aqueça o forno em 180°C. Unte e enfarinhe uma forma com furo no meio (20cm diâmetro)
 3. Em um bowl, peneire as farinhas, o açúcar, o cacau e o fermento. Misture.
 4. Junte a linhaça hidratada e o óleo e misture um pouco. Adicione a água quente em seguida.
 5. Leve ao forno 180°C por aproximadamente 30-40 minutos, ou até que espetando um palito no centro, este saia limpo.

Ingredientes cobertura:
 - 1/3 xícara (chá) de açúcar
 - 2 colher (sopa) de cacau em pó (usei o Plein Arôme da Callebaut)
 - 1 colher (chá) de óleo de coco ou manteiga de gordura de palma
 - 1/2 xícara (chá) de água
 - Granulado a gosto

Modo de preparo:
 1. Misture todos os ingredientes e leve ao fogo até engrossar um pouco.
 2. Espalhe sobre o bolo ainda quente e polvilhe o granulado. Espere esfriar.

Rendimento: 12 pedaços.

O silêncio alimenta o espirito


Domingo me deu o ataque da pelanca louca.



Tinha compromissos à tarde, mas estava carente de mim mesma. Fazia vários finais de semana que estava fazendo programas apenas para ocupar os dias ou então que eram para agradar os outros, mas nada do que andava fazendo era realmente o que estava querendo fazer.

Tivemos a sorte de ter vários finais de semana que meu marido conseguiu folgas maravilhosas, mas... Sem dinheiro e sem a vontade e ânimo dele de viajar, acabamos ficando em casa, e te digo: Foi deveras sofrido...

Fiquei de saco cheio por dias nos últimos tempos, engordei, deixei de fazer trocentas coisas por pura falta de ânimo, fiquei pra lá de estressada.


Recarreguei as baterias, e me pesei hoje de manhã: nem vou dizer quanto deu, mas me apavorei.

Quando conseguir dar uma diminuída nele, eu falo a respeito, por enquanto, deixa eu mostrar como foi meu final de semana.

Terminei de ler o "Arquipélago II", foram umas 150 páginas que precisava para terminar... Ele faz parte da saga "O Tempo e o Vento", apesar de cafajeste, adoro tanto o Rodrigo Cambará como o Dr. Rodrigo Terra Cambará, ambos, apesar de serem mulherengos e não prestarem nesse sentido, possuem algo que te deixa sem opção, você acaba gamando na deles...

Essa parte da saga é a mais "chatinha" pois envolve muita política e essas coisas, mas é bom de qualquer jeito. Nas partes que contam a história mesmo do livro e contam coisas das personagens eu prestava mais atenção, valia pela espectativa de chegar lá hehehe...



Abaixo, o Arquipélago III, último livro! Ele é o mais grosso, possui 458 páginas de história, contra umas 340 do II. Mas ontem já cheguei na página 80 e uns quebrados...


O silencio que a leitura proporciona, a concentração e o foco me fizeram muito bem. Por isso não gosto de ler livros no computador (e-books), pois como há tudo disponível (tanto o livro como internet, jogos e etc), você acaba se distraindo.

À tarde, enquanto a mãe dormia, fiquei lendo no divã da sala com essa janela... E a chuva gostosa caindo...




Claro, que sozinha meeeesmo eu não estava... Polaco deitou aos meus pés...


...E a Foxi e a Bionda ficaram ali, dormindo e aproveitando a folga... Até os bichos ficam com preguiça quando chove!



Depois que a mãe acordou e ligou a TV, resolvi continuar minha leitura no quarto, e tem uma gata que não pode me ver na cama que já pula no meu colo!


Sábado teve pique nique lightchê, foi uma delicia de encontro! Tava muito quente, mas ainda bem que a São Pedro foi bonzinho e segurou a chuva!

Fiz um bolo de chocolate que irei postar a receita em breve, estou devendo a postagem dum sorvete de chocolate que fiz e ficou divino... depois não quer engordar né ohhh sem vergonha!

Por enquanto é isso!

Bjuuuus!

Tofupiry


Já que tá todo mundo louco por um post, segue uma receita que fiz hoje, ainda agorinha...


Eu adoro uma coisa cremosa no pão, se não tem, eu piro, pão seco não é comigo!

Então, resolvi fazer essa receita e uma outra que só vou conseguir mostrar amanhã ou depois!

Tirei do blog Chubby Vegan, ficou muito bom, só que usei menos tofu e esqueci que a gente diminui o sal quando faz só parte da receita... hehehehe, mas ficou divino e muuuuito cremoso!

Segue a receita!

Ingredientes:

- 500g tofu firme (usei 300grs)
- 1/2 xícara (chá) de azeite de oliva (100ml) (usei um pouco menos)
- 1 colher (sopa) de sal (10g)
- 1/4 xícara (chá) de suco de Limão (50ml)
- 1/2 xícara (chá) de polvilho azedo (100g) ( usei só umas 3 col de sopa)
- Leite vegetal (opcional) (acho que foi quase uma xícara!)

Modo de preparo:
Bati tudo junto no liquidificador e não engrossei ele no fogo, há quem aqueça pra dar uma engrossada, mas o meu ficou tão consistente que não fiz isso.

Então vamos indo... Estou meio estressada essa semana, algumas coisas mudando, mas juro que tô legal! :D

Bjuuus!