Falando sobre chás - Chá Oolong, chinês

Não sei se estão gostando da série, mas escrever e falar a respeito na dose que acho saudável me faz bem, espero que estejam gostando e se inspirem!

Chá oolong, esse foi um dos primeiros que comprei quando comecei a me interessar por chás de verdade, é uma lata enorme, vem 100grs de chá dentro.


Comprei ele pela internet, junto com outras latinhas que um dia desses vou mostrar por aqui.

Ele é um chá que vem da mesma planta do chá verde (dããã), a diferença é que no oolong, as folhas passam por um processo de semi-fermentação, que resulta em maior concentração de flavonóides.

As folhas dele são enroladinhas.






Depois do chá coado, olha como ficam as folhas, são folhas inteiras abertas!


Como já disse, o que acho legal desses chás de verdade é que as folhas secas se transformam depois de hidratadas pela água quente! Acho lindo e faço isso parte do ritual.

Tenho mais chás assim do que em saquinhos, desses de saquinhos tenho apenas os da twinings.

Acho mais legal chás soltinhos assim, parece que o ato de tomar chá não fica assim tão... impessoal e automático. Ritual não foi feito para ser automático.


Ele não chega a ser terroso como um Pu erh, e nem chega a ser tão amargo como o chá verde, é o meio termo, mas com um saborzinho especial que é só dele! Para quem acha um chá verde muito amargo, acho que é o tipo de chá dá certo. Tem como dizer que ele tem um sabor adocicado meio amargo? É por aí...

Chamam ele de chá azul, talvez por estar entre o verde e o preto no quesito de fermentação.


Dizem que é um bom chá para quem quer emagrecer por acelerar o metabolismo, se é mesmo, não sei, adoram vender as coisas com esse benefício, mas não se apegue a apenas esse, chás tradicionais e verdadeiros são benéficos em diversos aspectos.

Fontes: Asia Shop

* não é post patrocinado, comprei o chá com meu rico dinheirinho

0 Comentários:

Postar um comentário

Fiquem à vontade!