Por que às vezes é tão difícil emagrecer?



Lendo um pouco a respeito e escutando alguns áudios sobre isso, comecei a entender (de novo) como se dá todo o processo de emagrecimento.

O ideal seria a gente fazer uma "dieta" na cabeça e depois uma dieta para cuidar do corpo.

Muita gente só consegue emagrecer com as cirurgias de estomago quando, primeiro, tratam a cabeça. Outras, inclusive, engordam tudo de novo ao fazer essas cirurgias porque a cabeça não está pronta para lidar com aquilo e ela acaba se sabotando.

Emagrecer e ser feliz requer muitos desapegos, significa que talvez a nossa felicidade vá incomodar alguém.

Já ouviu falar daquelas pessoas que emagrecem e explodem de alegria, andam sempre com sorriso no rosto, se mostram livres e tudo mais? Sabe quando comentam que essas pessoas ficaram "metidas" depois que emagreceram? Então... É disso que estou falando. Ser feliz incomoda. Muitas pessoas se veem satisfeitas com a "desgraça" e defeitos do outro, pois isso "significa" que elas seriam melhores que os outros.

A gente tem medo de crescer e aparecer, a gente tá acostumado a ficar encasulado na nossa toca de gordura e sair desse lugar seguro requer coragem.

Requer que a gente se desapegue de coisas que às vezes é muito doloroso se desapegar, coisas, pessoas, sentimentos.

A gente engole os sentimentos, literalmente, engole sapos e isso fica lá, tudo acumulado. A gente tem medo de se impor e tem medo de dizer não. Todo mundo adora jogar suas porcarias e problemas na gente porque a gente aceita tudo.

Às vezes esse processo custa muito para a gente, pois requer que a gente fique fuçando em sentimentos que são doloridos de lembrar, pensar.

Vem as mágoas, vem até o ódio, nojo... Mas a gente precisa meditar sobre as coisas e tentar alinhar os pensamentos e resolver isso internamente, jogar fora o que não presta e estar disposto a enfrentar o mundo e mudar.

Se for tão difícil, talvez precise de ajuda de um psicólogo, mais do que de um nutricionista.

Chega de se esconder.

Às vezes o gordinho quer é que ninguém note sua presença, que ninguém o veja, ou tenta ser a pessoa mais legal do mundo para ser aceita do jeito que é.

Já cheguei aos quase 90kgs, e fui até os quase 60 logo depois, e quando cheguei lá eu entendi que não adianta força de vontade, ela é um balão que enche e um dia estoura, porque a gente se "força" tanto que um dia enche o saco.

Tudo está na cabeça e nas nossas escolhas de vida.

Sabe que até larguei um pouco a minha leitura de literaturas (quer dizer, diminui o tempo que gasto com elas) para me aprofundar nos livros de PNL e autoajuda.

Preciso desse "Resgate" urgente, voltei a tomar meus florais e vejo que está dando resultado.

Estou mexendo nos meus "monstros" e isso incomoda um pouco, mas... É preciso.

A mania de pensar "se eu não faço, ninguém faz" e ir lá fazer estou tentando segurar. Muita gente se escora na minha boa vontade, abusa da bondade. Não vou nem citar exemplos.

E há quem tenha ficado emburrado ao ouvir um "não" meu.

Ué, todo mundo tem que aprender a dizer e a ouvir um não. Esse "não" nem é por maldade, é porque não posso, não quero, enfim, por qualquer motivo.

2 comentários:

  1. Oi,Sammy!é o emagrecimento envolve muitas coisas internas que estão mal resolvidas, e a gente esconde, a gente foge se entupindo de comida. é eu estou quase nos 90 tentando correr atrás do prejuízo,mas sei que não é só fechar a boca tem muito mais coisa do que isso. é também tenho lido alguns livros de auto-ajuda de PNL ainda não li nada,mas tenho vontade de ler.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  2. Oi Sammy!
    É verdade! Adorei a parte que você fala sobre a força de vontade! Tem horas que ela vem com tudo, tem horas que ela vai embora, depois volta mais ou menos, depois volta com tudo novamente... e assim vai. Não é fácil! Eu agora estou tentando retomar minha RA e os exercícios, para correr atrás dos quilos que eu havia perdido e achei de volta... Outra coisa que estou tentando melhorar é minha organização pessoal... sou muito perdida com horários e acaba fazendo mal para mim. :)

    ResponderExcluir

Fiquem à vontade!