Questionamento socrático


Uma ferramenta muito útil no emagrecimento.

Segundo o google, "A abordagem socrática de questionamento baseia-se na prática do diálogo disciplinado e consciente. Sócrates, filósofo e professor da Grécia antiga, acreditava que a prática disciplinada do questionamento consciente permitia ao aluno estudar ideias de maneira lógica para determinar sua validade."

Segundo a Wikipédida, "Questionamento Socrático (ou Maiêutica Socrática) é questionamento disciplinado que pode ser usado para perseguir o pensamento ainda que em muitas direções e muitos propósitos: explorar ideias complexas, para chegar a verdade das coisas, abrir questões e problemas, descobrir suposições, analisar conceitos, diferenciar o que nós sabemos e o que não sabemos, seguir implicações lógicas do pensamento ou controlar a discussão. A chave para diferenciar o questionamento socrático do questionamento em si é que o questionamento socrático é sistemático, disciplinado, profundo e usualmente foca em conceitos fundamentais, princípios, teorias, questões ou problemas. "

Complicado?

Deixa eu dar um exemplo:

Estou feliz e linda, comendo meu lanche, aí ouço risadas ao longe e logo o pensamento sabotador vem:

"estão rindo de mim porque estou fazendo dieta"

"estão reparando no que eu estou comendo"

"todo mundo fica reparando que eu engordei"

Bom, vamos por partes:

Qual é a possibilidade de alguém estar realmente perdendo tempo reparando no que você come?E outra:  Essas pessoas não tem mais o que fazer?

Será que realmente elas perdem tanto tempo assim falando sobre tua aparência?

E se sim, qual o problema? Pensar nisso, te ajuda? Dar valor para isso, ajuda? Não né?

Se você ficar pensando nisso, o que isso vai te causar? Vai te ajudar no processo?

Outro exemplo.

Tive um dia difícil, além de estar roxa de fome, meu marido me oferece cerveja (caso real, aconteceu na terça hehehe):
"Que dia difícil, mereço comer alguma coisa"
"nossa, hoje merecia tomar uma cerveja"
Então...
Você prometeu anotar tua rotina alimentar todos os dias, por 15 dias para ganhar uma recompensa (um livro). Se você sair da dieta e ir lá e anotar, como tu vai te sentir? Ou você não vai anotar isso que você comeu para se recompensar e se enganar? o que você ganha por enganar a si mesmo?

Você se prometeu, mais uma vez, disposta a cumprir dessa vez, que ficaria 7 dias sem tomar cerveja para ganhar uma recompensa (outro livro heheheh). Como você se sentiria se tomasse cerveja hoje? Vai se frustrar, certo? Você sabe que a cerveja atrapalha o emagrecimento porque ela engorda também, tem calorias.

O que você ganha se você quebrar essa promessa consigo mesma?

Será que esse estresse pode ser compensado de outra forma? Com algum mimo, algo que te deixe realmente feliz depois?

Comer ou beber vai resolver os problemas?

Achei alguns slides para que vocês possam entender como funciona esse questionamento, de que tipo de pergunta se trata.




Fonte; link

Fonte; Link








O questionamento funciona mais ou menos por aí, você identifica os pensamentos sabotadores (como nesses casos) e questiona esses pensamentos para saber o que é real, o que te beneficia, o que te prejudica.

Peguei o gancho do que, dentro da minha realidade, minha terapeuta trouxe para mim.

Parar para pensar antes de fazer merda ajuda, respirem! Claro, talvez na primeira vez que você tente vai ser difícil ou achará mais fácil mandar pro inferno e executar a cagada.

Mas garanto que é bom, você aprende bastante coisa.

Tenho conseguido dizer não com muito mais facilidade quando comecei a usar esse questionamento.

Bora tentar? Conta aí como foi :)

Bjão!








6 comentários:

  1. do jeito que a coisa anda por aqui.. no meu nível de stress decolando.. se a recompensa fosse livro.. acho que ficaria sem leitura uns cinco anos..rs.. tá feio.. tá crítico..rs.. bjokas lindeza e sucesso aí

    ResponderExcluir
  2. Vou tentar pelo jeito gostamos da mesma coisa cerveja. E é o que eu mais me dou todos os dias, porque acho que mereço mesmo sabendo que atrapalha.

    ResponderExcluir
  3. oiiii.... A ansiedade é uma droga, acho q o q mais me atrapalha, quero sempre ver resultados e se nao vejo me sinto desapontada.. bora trabalhar isso.
    Estou de volta a tentativa... bjs

    ResponderExcluir
  4. Muito legal. A tal da cerveja realmente é a questão kkk. Fica firme daí, que a gente tenta ficar firme daqui.

    ResponderExcluir
  5. Parece muito com os ensinamentos de Byron Katie. Obrigada por seu comentário lá no blog. Feliz por sua escolha por terapia e por compartilhar sua experiência. :-)

    ResponderExcluir
  6. Oi Samanta, poderia me passar seu email para fazer uma pergunta antes de eu tomar uma decisão? Tem a ver com um post antigo seu. Obrigada!!!

    ResponderExcluir

Fiquem à vontade!