A facilidade de se desapegar

Eu ando mais interessada em falar sobre o que ando refletindo do que sobre dieta em si.

Fazer dieta é muito fácil, sério. O problema é lidar com os pensamentos e com nossos problemas psicológicos.

Quando estou bem, a dieta flui muito bem, sigo tudo o que a nutri diz. Quando estou mais atacada, nada dá certo.

Ando meio carente de atenção, de alguém para me escutar, estava travada nesse sentido porque nas últimas vezes que tentei falar sobre o que sentia, quem deveria me ouvir foi grosso(a) e fiquei pior do que estava. Aí resolvi fazer terapia, pagar alguém para me escutar e me ajudar a resolver os problemas.

Mas confesso que o medo e a falta de segurança em falar sobre o que deveria ser dito para as pessoas do meu convívio tem me deixado um pouco desanimada.

Mas, essa é a jornada. Mudou a música? Mudamos o passo.

As coisas que me ignoram e as que precisam ser ignoradas estão tendo seu tratamento devido. E estou ficando de boa com isso, consigo ignorar e ficar bem. Entendo que ninguém tem tempo de ficar me ouvindo e ouvindo meus problemas. Não receber aquele apoio que esperamos é ruim, mas todo mundo tem problemas a serem enfrentados e isso entendo.

Muitas vezes percebo que ninguém aguenta uma pessoa que fala sempre dos problemas, ou ela só fala contigo quando tem alegria para falar. Resolvi entender que ninguém tem saco mesmo e é melhor eu mesma me tratar com aquela pessoa que tô pagando para isso e comigo mesma. Né?

Mas, claro, tenho duas amigas que se eu precisar, elas saem correndo para me ajudar e sou grata daqui até as galáxias por isso.

Eu tento vir aqui falar de dieta, mas não vejo isso como algo muito interessante de falar. Prefiro falar dos outros insights.

Era isso, volto em breve.

Beijão para vocês!