Metade do ano chegou



Daí vem aquela pressão de que já estamos na metade do ano e talvez não tenhamos feito tudo que a gente queria ou pretendia.

Bom, faz uns dois meses que eu troquei o plano da academia para fazer musculação onde eu queria. Mas, por conta do estresse, mudanças no trabalho, e todo o estresse de tudo, acabei deixando, deixando... e estou tentando me organizar e ir amanhã, porque hoje vou recuperar uma aula de yoga que faltei, entre várias, pois como precisei ficar até mais tarde no trabalho e por puro esquecimento mesmo, acabei não indo.

A coisa mais importante agora, eu acredito, seja não botarmos uma pressão exagerada em cima da gente por conta disso.

Faz umas duas consultas com nutri que eu deveria ter emagrecido ou evoluído e acho que engordei. Mas o problema não é com ela, sou eu que tenho tido dificuldades de lidar com o estresse que tenho sofrido, os problemas. Eu preciso aprender a lidar com isso. A má alimentação é apenas sintoma dos outros problemas.

Mas não vou deixar de ir, para não perder âncora nesse sentido.

Eu tenho tentando ficar relaxada nesse quesito, passei um período em compulsões, mas acho que aos poucos está passando. Agora que minha amiga está cozinhando refeições para mim de noite, montando marmitas com salada e tudo, fica mais fácil me alimentar de noite, mas algumas vezes me vi numa ânsia de comer alguma coisa mais "recreativa". Mas era algo emocional, algumas vezes eu cedi, outras segurei.

Não deixei de comprar roupas novas para mim, mesmo estando acima do peso que gostaria. Não é porque estou acima do peso e querendo diminuir ele que deve usar roupa velha e rasgada. Se eu não me sentir bem comigo mesma hoje, amanhã não me sentirei mesmo tendo 30 kgs a menos (nem quero tudo isso, quero chegar em torno nos 70kgs ou uma circunferência abdominal menor que 88cm (que seria o saudável) e quero ser mais flexível do que sou hoje, voltar a fazer musculação. mas lá no fundo, não estou tão ligada às medidas.

Ser gentil comigo mesma e tentar cultivar minha auto estima não são coisas fáceis de se fazer.

Uma coisa que andei refletindo, sobre o que seria se vestir linda, se vestir bem. Eu adoro um jeans, sempre gostei. E de uma camiseta, babylook, tênis, quando não estou usando uma Melissa. Às vezes a gente se obriga a se montar toda e lá no fundo a gente tem saco nenhum para isso.

**********************************************
Comecei a escrever cartas, digo, voltei a escrever cartas, pois há muito tempo atrás eu escrevia bastante carta, mas parei de escrever e já fazia tempo que eu queria voltar a escrever e agora que tenho uma caixa postal, posso mandar carta para todo mundo sem problema de todo mundo ter meu endereço.

Volto logo, assim, sem compromisso.

Bjus Bjus


0 Comentários:

Postar um comentário

Fiquem à vontade!